Pesquisar
Close this search box.

IPO (Oferta Pública Inicial) : conceito, finalidade e funcionamento

IPO (Oferta Pública Inicial) : conceito, finalidade e funcionamento

Quais são as características do IPO?

IPO é a abreviação de “initial public offering”, termo de origem inglesa traduzido para “oferta pública inicial” em português. Representa o momento em que uma empresa adquire um novo sócio mediante a emissão de ações no mercado, tornando-se uma empresa de capital aberto com títulos negociados na bolsa de valores.

Com isso, as empresas deixam de pertencer a um grupo restrito de pessoas e passam a ter acionistas anônimos em todo o Brasil (e até mesmo no mundo), que podem negociar suas participações nas bolsas de valores. Dessa forma, a empresa é agora classificada como uma Sociedade Anônima de capital aberto.

O objetivo principal de um IPO é captar dinheiro para investir, ou seja, expandir o negócio. Geralmente, as empresas que optam por fazer um IPO estão em estágio avançado de maturidade. Historicamente, essas operações no Brasil têm movimentado centenas de milhões de reais.

Como funciona IPO?  

Em termos de operações, um IPO é um processo de várias etapas. Na verdade, ele planeja mudar as operações em determinados pontos para torná-las mais adequadas aos requisitos de negociação na bolsa de valores. Concluídos os trâmites burocráticos, o IPO resultará na primeira negociação das ações da empresa em bolsa. O seu funcionamento baseia-se, portanto, em ajustar a estrutura do capital social, tornando-o aberto.  

Por que as empresas fazem IPOs?  

Um IPO é um processo bastante complexo e às vezes caro para uma empresa. É uma grande mudança de mentalidade de gestão, que terá de implementar a sua própria informação no mercado e aceitar e saber conviver com novos quotistas.. Então, por que tantas pessoas optam por abrir o capital com seus investimentos? Confira alguns dos principais motivos:

Para obtenção de recursos financeiros

Empresas têm a opção de captar recursos financeiros emitindo ações. Para se tornar sócio de uma empresa e ter participação em suas atividades, um investidor precisa adquirir algumas quotas de ações em troca de dinheiro. Esses recursos geralmente são utilizados para financiar os investimentos necessários ao crescimento e, posterior sucesso da empresa.

Ganho para os investidores

Uma das coisas interessantes sobre a Oferta Pública Inicial (IPO) é que ela pode permitir que os proprietários obtenham ganhos mais significativos com a empresa. Na prática, aqueles que possuem participação na empresa podem lucrar com a abertura de capital, especialmente se as ações se valorizarem.

Afinal, os sócios tornam-se acionistas originais e passam a possuir parte das ações das empresas. Com a estreia na bolsa e o potencial aumento do preço das negociações, é possível tirar proveito do movimento e obter retornos.

Expansão da liquidez

Além de gerar lucros para os participantes do negócio, o IPO tem como objetivo ampliar a liquidez em relação ao patrimônio. Ao negociar ações, torna-se mais fácil converter a participação na empresa em dinheiro.

Além disso, a liquidez atua como um atrativo para outros interessados. Quanto maior for o volume de negociação das ações na bolsa, maior será o interesse dos investidores. O processo também facilita o desinvestimento de investidores estratégicos.

Maior visibilidade para o negócio

A melhoria na imagem também pode ser um dos objetivos de uma empresa que decide abrir seu capital. O objetivo é obter maior exposição da marca e, assim, atrair mais interessados. Também pode ser uma maneira de se consolidar no mercado ou se destacar dos concorrentes.

Isso ocorre porque a oferta de ações é pública.

Como a comunicação ocorre de maneira bem abrangente, pode ser uma boa opção para o negócio que deseja obter exposição em todo o mercado financeiro. Dependendo da performance em sua estreia na bolsa, esse processo também pode contribuir para melhorar a percepção da marca. Consequentemente, a empresa tem a possibilidade de alcançar resultados mais favoráveis ao longo do tempo. 

A oportunidade de expansão do negócio também é um ponto interessante, uma vez que a empresa passa a ter suas ações negociadas na bolsa de valores. Dessa forma, a melhoria na reputação e o aumento da visibilidade são critérios adicionais que auxiliam a atingir esse objetivo. 

No entanto, o fator primordial para a expansão envolve a captação de recursos. Através do IPO, a empresa obtém recursos que podem ser utilizados em diversas operações, como o pagamento de dívidas, o reforço de capital ou o financiamento de projetos. Tudo isso decorre da transferência de parte do negócio para os acionistas e podem ser decisivos para a sobrevivência ou maior desenvolvimento da empresa. 

Reforço na governança da empresa  

Como explicaremos mais tarde, as empresas devem passar por um longo processo para cumprir os padrões de transparência e governança da bolsa antes de abrirem o capital. Isto é importante para os investidores, para que  possam realizar análises adequadas para apoiar as suas decisões de investimento. 

Isto requer preparação e investimento por parte da organização, mas pode ter um impacto positivo na governança.Isso porque a empresa possui uma estrutura de fácil controle. Também leva a uma maior transparência em todos os níveis da organização.

Como consequência, ajuda muito a você a alcançar e manter ótimos resultados na bolsa de valores. 

Que tipos de IPOs existem?

Todos os IPOs envolvem a venda de quotas de ações de uma determinada empresa, mas também podem ocorrer outras ofertas públicas. No entanto, eles não são considerados IPOs. Para entender melhor essa dinâmica, é importante entender o que são ofertas primárias e secundárias.

Definindo Oferta Primária

Uma nova oferta é feita sempre que uma empresa emite ações ao mercado.

A primeira negociação é um IPO. No entanto, a sucessão primária pode ocorrer. Nesse caso, a empresa emite novas ações no mercado para ampliar sua base acionária ( Follow-on).

Definindo Oferta Secundária 

Por outro lado, há também uma oferta de duas ações. Isso ocorre quando as afiliadas decidem vender  participação de mercado e ampliar o número de ativos disponíveis na bolsa. O dinheiro não vai parar nos cofres da empresa, mas nas mãos dos sócios que possuem ações. 

Qual é o procedimento para um IPO?

Para realizar um IPO, a empresa interessada deve passar por um longo processo que pode levar  meses, até um ano ou mais. Existem também custos associados a todo o processo, desde os custos operacionais até ao pagamento de taxas e comissões.  

Quer entender melhor todo o processo? 

Confira as principais conclusões de um IPO e saiba como as empresas estão se preparando para um IPO. 

Planejamento

Como as ofertas públicas são complexas, as empresas precisam de um plano completo para concluir cada etapa. Então tudo começa com o planejamento interno do procedimento, geralmente definindo a  equipe responsável pela tarefa. 

Neste momento,  os custos e as exigências aumentaram, para que a empresa possa se adaptar. Isto porque, por exemplo, podem ser necessárias mudanças operacionais e ajustes de governação para tornar a abertura viável. 

Apresentação ao mercado  

Para atrair o interesse do mercado, as empresas precisam apresentar oportunidades de investimento.

Isto acontece frequentemente com investidores institucionais, como fundos e clubes de investimento. 

Nesse caso, a empresa e seu desempenho são apresentados aos investidores com o auxílio de instituições financeiras que auxiliam a empresa nesse processo.

Também é muito comum que dirigentes, diretores e/ou presidentes de empresas participem de reuniões. 

Registro na CVM  – Comissão de Valores Mobiliários

Uma das etapas mais importantes do ponto de vista burocrático é o registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). 

Cabe à empresa registrar-se como sociedade anônima ( S.A.), pois proporciona a oportunidade de suas ações serem negociadas em bolsa de valores. 

É de suma importância e essencial cumprir as regras da autoridade de controle e regulação, incluindo a apresentação de documentação completa, para poder prosseguir. 

Exposição na B3  

Outro passo burocrático é listar a  empresa na bolsa  B3. Sem essa etapa, você não poderá negociar ações na bolsa, mesmo sendo cadastrado na CVM. 

Esta etapa também exige a apresentação de diversos documentos que acompanham a camada de governança empresarial. 

Neste momento, cabe às empresas decidir em qual nível de listagem aderir.

O Novo Mercado de ações está no mais alto nível e impõe maiores exigências à governança corporativa. 

Estreia no mercado de ações  

Concluídas todas as etapas, a empresa está pronta para se tornar uma empresa pública. 

Isso ocorrerá formalmente no dia do IPO. 

A primeira venda de ações da empresa ocorrerá neste ambiente de negociação na data prevista. 

Os investidores que reservarem poderão fazer compras e vender para outros interessados ​​no mesmo dia permitido pelo prospecto. Desde então, a empresa participa de negociações em bolsa de valores.

 Isso significa que a ação faz parte do mercado secundário, ou seja, é negociada entre investidores sem financiar a empresa.  

Quais são os maiores negócios de IPO no Brasil?  

Ao longo da história da B3, sempre houveram cases de IPO que se destacaram, principalmente no valor captado desde o início. 

No entanto, também é importante observar que só porque uma empresa tem um IPO bem-sucedido não significa necessariamente que seja uma oportunidade  de investimento atraente. 

Em seguida, aprenda sobre IPOs notáveis. 

Por favor, note que estes são apenas exemplos e não são recomendações de investimento. 

  • Santander
  • BB Seguridade
  • Rede D’Or
  • Visanet
  • OGX
  • Grupo Mateus
  • Petz
  • Locaweb
  • Caixa Seguridade
  • Raízen
  • Multilaser

Conclusão

Como pudemos constatar, um IPO é o processo de expor o capital de uma empresa à bolsa de valores. Oportunidades podem surgir para aqueles que desejam participar do mercado de ações em um futuro próximo. Porém,  para tomar uma decisão mais segura, é preciso fazer uma análise minuciosa da empresa, bem como do seu perfil e objetivos, para tomar uma decisão mais segura e mais assertiva possível.

Olha que interessante !

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.